Gestão

Quando é a hora de mudar o cardápio?

Um dos maiores desafios para os proprietários de restaurantes é a hora de inovar no cardápio. Você já parou para pensar o quanto essa mudança é importante? Muitas vezes os clientes se cansam dos mesmos pratos e bebidas. É por isso que você como gestor precisa pensar nas mudanças que podem ser importantes para sua empresa.

No entanto, qual é a hora certa de mudar o cardápio? No artigo de hoje, vamos responder essa e outras perguntas. Você vai entender um pouco da estratégia de mudança e também a importância da sua atualização. Confira!

Como fazer a mudança do cardápio?

Segundo a psicóloga e coach Bruna Sampaio, da Pra.toh Assessoria e Treinamentos para Bares e Restaurantes, qualquer mudança em um restaurante deve vir acompanhada de estudo de mercado, análise de concorrência e atualização, além de um levantamento interno de informações do próprio estabelecimento.

Neste caso, é importante levar em consideração as fichas técnicas de custos de cada prato, o histórico de vendas e analisar dessa forma, o mix de produtos mais relevantes para o estabelecimento, por meio de uma engenharia de cardápio”, explica Bruna.

Segundo ela, quando é necessário oferecer este tipo de serviço ao cliente, são verificadas quais as informações que ele tem disponíveis.

Verificamos se é necessário montar as fichas técnicas e se o cliente possui um sistema de frente de caixa para a extração das informações de vendas. Junto e paralelo a isso, analisamos o perfil do público do cliente, quem são seus concorrentes e as tendências de consumo”, enfatiza.

Depois de todo esse trabalho, Bruna revela que, normalmente, o resultado é uma reestruturação do layout do cardápio, a redução do menu fixo e uma sugestão de cardápio sazonal para aproveitar melhor as compras.

Orientamos que o cliente tenha sempre novidades para alimentar as mídias. A estruturação pode variar muito de acordo com a modalidade de venda, podendo ter vendas no balcão, no caixa e na mesa”, completa.

Como saber se é a hora de fazer a mudança?

Essa é a dúvida de todo proprietário de restaurante. A especialista revela que para perceber a necessidade da mudança é importante ter sempre atualizadas as ferramentas corretas. Além disso, é bom lembrar que essas são ferramentas internas de análise.

Você deve sempre manter uma rotina de análise de concorrências e ficar por dentro das tendências do mercado”, orienta.

Como se planejar para isso?

De acordo com Bruna, a melhor maneira de se planejar é manter atualizadas as ferramentas de análise. “Deixar em dia as fichas técnicas e um sistema que permita ler o histórico de vendas são segredos para mudar o cardápio do restaurante”, diz.

Vale a pena construir um cardápio em épocas sazonais?

Muitos gestores de restaurantes também têm essa dúvida em relação ao cardápio. Bruna explica que realmente vale a pena pensar em algo diferente em determinadas épocas, como as datas comemorativas.  Além de você trazer novidades para os clientes, poderá otimizar as compras para o restaurante.

Quais os impactos financeiros que a mudança pode gerar?

Muitas vezes, mudar o cardápio é a saída para o proprietário do restaurante atrair novos clientes e levantar a empresa. Não dá para insistir em algo que não está dando certo, não é mesmo?

Segundo Bruna, mudar o cardápio traz grandes impactos financeiros para o estabelecimento que está sem lucro, no prejuízo ou até mesmo perdendo clientes. É uma forma que o proprietário do restaurante tem para melhorar a lucratividade da sua empresa.

Agora que você já sabe quando é a hora de mudar o cardápio do restaurante, poderá tomar a decisão com mais tranquilidade. Lembre-se que o segredo para a lucratividade do seu negócio está em suas próprias mãos!

E você, já pensou em mudar o cardápio do seu restaurante? Se gostou destas dicas, continue acompanhando nosso canal de conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *