• Fispal Food Service is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Gestão

A nova onda da rotisseria: veja como ter uma!

A rotisseria é uma ótima opção para quem não quer ou não pode cozinhar, mas gosta de comer bem. De acordo com o Sebrae, esse tipo de negócio ganhou força a partir dos anos 90. Isso se deu por causa da oferta de comida congelada, seguido pelos pratos semi-elaborados e a preparação de alimentos.

Além disso, a rotisseria possui três modelos de funcionamento: rotisserias em supermercados e hipermercados, restaurantes e lojas independentes. Se você que é proprietário de restaurante ou padaria deseja saber um pouco mais sobre este tipo de estabelecimento, continue a leitura!

O que é uma rotisseria?

A rotisseria é um tipo de negócio que oferece inúmeras variedades de refeições. Para você ter ideia, algumas chegam a ofertar 80 pratos prontos para consumo. São antepastos, assados variados, entradas, molhos, vários pratos à base de carnes, peixes, aves, acompanhamentos, tortas salgadas e doces, sobremesas, sorvetes e uma variedade de salgados.Q

Ela atende a diversos segmentos de clientes, tais como: pessoa física, buffets, hotéis, hospitais e restaurantes. De acordo com o gestor Luiz Sodré, sócio da Relp! – aceleradora de restaurantes, a rotisseria tem o objetivo de encontrar alternativas de canais de venda dentro de um mesmo local.

“O crescimento deste canal de vendas dentro de restaurantes se dá porque os clientes desejam ter os produtos prontos (resfriados ou congelados) para levar para casa. Eles procuram comodidade e facilidade”, afirma Luiz.

Qualquer restaurante ou padaria pode ter uma rotisseria?

Segundo Luiz Sodré, sim. A grande maioria dos conceitos de negócios é justamente encaixar essa modalidade de vendas e tornar mais agradável o consumo, fidelizando e facilitando a vida do cliente.

No entanto, para ter uma rotisseria, é importante pensar na localização do empreendimento. Ruas movimentadas, supermercados ou até mesmo as áreas residenciais têm muito a ganhar com uma rotisseria por perto.



Regulamentação

De acordo com Sodré, o empreendedor deve seguir as regras de produção da Vigilância Sanitária. Também é importante:

1.Fazer uma consulta comercial

Verifique se no local escolhido para a abertura da empresa é permitido o funcionamento da atividade que você deseja empreender.

2.Verificar  os órgãos responsáveis

  • Prefeitura municipal;
  • Secretaria Municipal de Urbanismo.
  • Junta Comercial ou Cartório (no caso de Sociedade Simples) e Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).

3.Registrar o contrato social

Observe as informações da Junta Comercial ou Cartório (no caso de Sociedade Simples).  Em seguida, solicite o CNPJ e a Inscrição Estadual na Receita Estadual.

4.Conseguir o seu alvará de licença

Na Secretaria Municipal de Fazenda, consiga o seu alvará de licença. Este é o documento que fornece o consentimento para a empresa desenvolver as atividades no local pretendido. No entanto, para conceder o alvará de funcionamento, a Prefeitura ou a administração municipal solicitará que a Vigilância Sanitária faça a inspeção no local para averiguar se tudo está de acordo com a Resolução RDC nº 216/MS/ANVISA, de 16/09/2004.

Cuidados

O planejamento é fundamental, segundo o especialista. “Pensar no tempo de vida dos alimentos prontos, adequar as quantidades produzidas e vendidas, ver os equipamentos adequados para a excelência na exposição, analisar o consumo de energia dos equipamentos e verificar se há algum quebrado, analisar as possíveis perdas e principalmente, combinar o layout com o conceito do restaurante, além do espaço que será utilizado. Uma dica é não tirar as vendas das mesas ou balcão”, diz.

Ele também reforça que é necessário escolher as embalagens adequadas para a rotisseria. “A embalagem ideal é aquela que oferece a melhor apresentação, que tem detalhes do produto, formas de consumo, de armazenagem, de preparo e de validade”.

fispal-food-service-2019

Segundo o gestor, o ideal é ter uma vitrine específica. Para ele, a apresentação de uma boa rotisseria é tudo para gerar consumo por impulso. Outra boa dica para apresentar os refrigerados é adquirir balcões em aço inox. Eles são muito higiênicos e agregam valor ao negócio.

Além disso, para os pratos preparados no dia, o empreendedor deve etiquetá-los para que o cliente saiba de qual prato se trata. Também é importante que esse local seja limpo para mostrar que a rotisseria se preocupa com a qualidade dos seus produtos e obedece as regras de higiene.

Todos os equipamentos necessários para um estabelecimento de alimentação fora do lar estão na Fispal Food Service – o maior evento do setor da América Latina.


		
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *