Fispal Foodservice faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

vinho natural

Vinho natural, orgânico e biodinâmico: entenda as diferenças

A sustentabilidade tem sido a grande palavra de ordem nos últimos anos. Cada vez mais, o consumidor busca produtos que não apenas sejam saudáveis e de qualidade, como também não agridam o meio ambiente.E, quando o assunto é vinho, não poderia ser diferente. Aliar o sabor ao cuidado e preocupação com o meio ambiente tem se tornado um excelente diferencial competitivo nesse mercado.Afinal, causar menos impacto ambiental também é consequência do desenvolvimento da tecnologia na produção de vinhos, assim como leveza, autenticidade e sabor.Você já ouviu falar em vinho natural, orgânico e biodinâmico? Continue com a leitura e entenda as diferenças entre eles, além de saber algumas dicas para vender esse tipo de bebida.

O que são vinhos orgânicos, naturais e biodinâmicos

Vinho orgânico

Os vinhedos que cultivam o vinho orgânico dispensam o uso de defensivos agrícolas sintetizados. "O combate a insetos é feito com inimigos naturais e confusão sexual. Ervas daninhas são controladas mecanicamente", explica o sommelier Tiago Locatelli.O especialista diz que é permitido o uso de enxofre e cobre em diferentes preparos (calda bordalesa, calda sulfocálcica), mas em quantidades menores que na viticultura convencional."Porém, não existe uma lei padrão em todos os países. Um dos pontos chave é a quantidade de SO2 no vinho, e cada país ou entidade certificadora possui limites diferentes", acrescenta.

Vinho biodinâmico

"Além dos preceitos orgânicos, acrescenta-se uma abordagem filosófica baseada na obra de Rudolf Steiner, criador da antroposofia", explica Tiago. Essa filosofia usa preparados naturais a base de esterco, sílica e diferentes ervas para aspergir no solo e nas plantas.Em outras palavras, o vinho biodinâmico preza pelo respeito à biodiversidade ao redor da vinícola, com a natureza como o principal agente agrícola e de produção.Nesse tipo de cultivo, o equilíbrio é a palavra-chave. Por isso, os preparados naturais são geralmente usados em doses homeopáticas, como forma preventiva.Além disso, as intervenções no vinhedo são feitas de acordo com o ciclo dos astros para garantir com que todos os produtos sintéticos sejam eliminados.O resultado são vinhos intensos, saudáveis e altamente saborosos.

Vinho natural

"Teoricamente, o vinho natural é feito com uvas de cultivo orgânico ou biodinâmico, fermentados sem nenhuma intervenção, nem adição de SO2", esclarece Tiago.De forma geral, a proposta produtiva do vinho natural é manter as características da uva. E, justamente por isso, eles costumam ser mais escuros e espessos.No entanto, assim como os vinhos orgânicos, não existem regras muito claras para a produção desse tipo de bebida. O que abre caminhos para que existem rótulos de baixa qualidade nessa categoria, especialmente pelo fato de a fermentação não contar com um controle."Os vinhos naturais podem ser deliciosamente refrescantes, pois geralmente são mais leves e com boa acidez, ou desconfortavelmente acetificados, desequilibrados e com aromas e sabores no mínimo estranhos", diz Tiago.

Como oferecer esses tipos de vinhos para vendas

Seja vinho natural, orgânico ou biodinâmico, é importante ter em mente que estas não são bebidas "de outro mundo". A maior parte dos vinhos durante a história, inclusive, foi produzida assim."Pelo fato de serem feitos de maneira extremamente cuidadosa, apresentam um padrão de qualidade bastante elevado", diz Tiago. Além disso, eles contam com um diferencial com forte apelo comercial de busca em tempos de alimentação saudável: não contam com resíduos de agrotóxicos.Esses são argumentos de vendas de bastante impacto. E ainda há a facilidade de que as harmonizações são realizadas das mesmas formas do que as para vinhos convencionais. Ou seja, não é preciso adquirir conhecimentos novos para orientar aos consumidores.

raio-x-vinho

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar