Fispal Foodservice faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

10 pontos de atenção para lidar melhor com jovens funcionários

10 pontos de atenção para lidar melhor com jovens funcionários

Lidar com conflitos de gerações é um desafio constante em estabelecimentos de alimentação, reconhecidos como porta de entrada no mercado de trabalho. Atualmente, o foco está em como administrar a geração Y, também chamada de millennials, composta por nascidos entre os anos 1980 e 2000. O perfil profissional é de pessoas acostumadas a mudanças rápidas e com facilidades com tecnologia, mas consideradas rebeldes por gestores, pois querem trabalhar em casa e flexibilidade de horários, além de apresentarem dificuldades em trabalhar em grupo e em aceitar ajuda de profissionais mais velhos.

Entretanto, de acordo com a pesquisa "Myths, exaggerations and uncomfortable truths - The real story behind Millennials in the workplace”, do IBM Institute for Business Value (Mitos, exageros e verdades desconfortáveis - A história real sobre millennials no escritório, em tradução livre), é preciso tomar cuidado com essas características.

Um dos mitos reunidos na pesquisa é que esses jovens querem ser reconhecidos constantemente e acreditam que todos os integrantes da equipe merecem troféus, quando na verdade querem um líder ético e justo. Para eles isso é mais importante do que ter resultados reconhecidos o tempo todo. Além disso, também se diz que eles são viciados em tecnologia e querem tudo online, porém preferem aprender novas habilidades profissionais em ambiente físicos e não virtuais.

Segundo o estudo do IBM Institute for Business Value, 39% dos millennials gostaria de ir a um evento patrocinado, 37% deles frequentaria um curso em instituições de educação e 36% se interessa por trabalhar ao lado de colegas experientes. A conclusão da análise é que a maior diferença entre os profissionais Y e os das demais gerações é o desenvolvimento imerso em um mundo tecnológico, até por isso são considerados os primeiros nativos digitais a se juntarem às forças de trabalho.

Os resultados são semelhantes ao de um estudo intergeracional realizado pelo professor da Escola de Negócios em Rouen (França), Jean Pralong. Na pesquisa, com 400 participantes com formações semelhantes, mas com idades distintas, ele identificou que as atitudes nos locais de trabalho e ideias sobre carreiras das gerações X e Y são as mesmas.

Sabendo de tudo isso, acompanhe 10 pontos de atenção para gerenciar jovens funcionários sem problema.

  • Baseado no estudo de Pralong, um primeiro passo para saber lidar com os millennials é aceitar que eles foram criados pela geração X.
  • Para a diretora de Diversidade da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos), Jorgete Lemos Leite, os profissionais mais velhos devem lembrar que já foram alvo de críticas e que nem tudo que é novo é ruim, além de tentar aprender com a geração Y.
  • Jovens buscam uma estrutura de trabalho em que todos decidam juntos.
  • Millennials buscam gestores que incentivem avanços e crescimento.
  • Saiba receber perguntas sobre processos da empresa.
  • Dê informações claras. “Millennials não se interessam por meias verdades, isso acaba com a credibilidade”, explica Jorgete.
  • Esses profissionais seguem exemplo, valores, visões e missões das empresas onde trabalham.
  • Ofereça feedback.
  • Ambientes que ofereçam desafios de aprendizado também são apreciados.
  • A geração Y busca ambientes de trabalhos que oferecem capacitação profissional.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar