Fispal Foodservice faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

kit-limpeza-profissional

Kit de limpeza profissional: o fundamental no food service

Quem dirige um estabelecimento de food service sabe que uma boa limpeza profissional é fundamental, mas nem sempre fácil de ser feita.

Nessa hora, muitas dúvidas surgem, ainda mais porque nem sempre a limpeza é eficiente a ponto de deixar o ambiente e os produtos com suas cores originais – além de significar riscos para a saúde dos colaboradores e clientes por conta de alguma contaminação cruzada.

Mas quais serão os materiais fundamentais para uma boa limpeza profissional? É o que você vai descobrir no post de hoje. Confira!

Os erros mais comuns na hora da limpeza profissional da cozinha

Um dos erros mais comuns é não realizar a limpeza do teto ou do forro, que geralmente é de um material relativamente liso (como o PVC), mas que não impede a acumulação de fungos. “90% das limpezas que são feitas nas cozinhas dos restaurantes consideram somente as paredes – que quase sempre são de azulejos –, além dos objetos de inox, pias balcões, prateleiras e o piso. O teto ou o forro são quase sempre deixados de lado”, afirma Mauricio Martins, assistente comercial da Limter, empresa especializada em kits de limpeza.

Para corrigir esse problema, o especialista explica que deve-se sempre iniciar a limpeza de uma cozinha pelo teto ou forro.

Podemos, ainda, destacar outros erros comuns, cometidos principalmente por estabelecimentos em seu início:

  • Utilizar esponja áspera para limpar utensílios de inox: esse ato pode riscar os objetos, como as panelas. O ideal, portanto, é limpá-los com materiais macios.
  • Não utilizar luvas para a limpeza profissional: como a pele absorve praticamente toda substância com que ela tem contato, pode a pessoa pode desenvolver alergias a certos produtos de limpeza.
  • Não ler os rótulos de todos os produtos de limpeza: não basta apenas comprar kits de limpeza profissional. É preciso saber a procedência e os ingredientes de cada um deles, para evitar aplicá-los em superfícies contraindicada e, inclusive, contaminar embalagens de alimentos que estejam na cozinha. Ler os rótulos também é uma prevenção à própria saúde dos colaboradores.

Materiais fundamentais para uma boa limpeza profissional

Os materiais que podem contribuir para uma boa limpeza profissional, principalmente da cozinha, podem variar a depender do estabelecimento, com seus revestimentos e utensílios utilizados.

Ainda assim, é necessário prestar atenção em alguns detalhes, tais como:

  • Bancadas de inox pedem aplicação de solução alcoólica 70%;
  • Paredes e pisos podem ser limpos com produtos à base de cloro ou amônia;
  • Em geral, os kits de limpeza são compostos por itens como balde, haste americana para acomodar o pano de limpeza, cabo telescópico para se ajustar à altura do objeto a ser limpo e uma placa de sinalização de piso molhado.

Mauricio Martins complementa: “Também é necessária a utilização de escadas ou andaimes, e, se for o caso, de extensores. É preciso se lembrar sempre de limpar o teto ou o forro da cozinha”. Ele destaca, ainda, a utilização de novas tecnologias para limpeza profissional, como um produto pioneiro trazido dos Estados Unidos. Trata-se de um produto ecologicamente correto e que não necessita do uso de água. O produto serve, inclusive, para a limpeza de tetos e fachadas.

Independentemente dos produtos escolhidos para a limpeza profissional, é importante lembrar da recomendação da Anvisa, que orienta aos estabelecimentos de food service que evitem comprar produtos de fornecedores clandestinos e com procedência desconhecida.

Portanto, é necessário certificar-se de que o rótulo contenha o registro do Ministério da Saúde e alguma informação sobre a liberação da Anvisa.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar