Inovação

Ingrediente de sucesso: Investir na experiência do cliente aumenta em 50% a receita

Com investimento em tecnologia, restaurante Seu Portuga eleva faturamento e fideliza clientes

Um dos fatores decisivos para escolher um estabelecimento de alimentação fora do lar é a experiência que ela proporciona. Ou seja, para quem deseja vender mais, é fundamental investir não em apenas em pratos de qualidade, mas também em um espaço interessante e um bom atendimento.

É o que mostra uma pesquisa recente, realizada pela Innova Market Insights. Segundo o estudo, o número de novidades no setor de alimentação e bebidas é um fator decisivo para uma boa experiência de consumo. De acordo com os dados, entre 2016 e 2017, o aumento de consumidores que alegam optar por novidades foi de 52%. Um em cada 10 consumidores norte-americanos e europeus, por exemplo, é impulsionado por novidades e variedades na decisão de compra no segmento.

Tecnologia melhora experiência do cliente e otimiza processos na cozinha

De olho no crescimento do mercado, o Seu Portuga, restaurante especializado em lanches gourmet de João Pessoa, na Paraíba, percebeu a necessidade em oferecer novas experiências, mas também havia a preocupação em melhorar a gestão do estabelecimento num geral.

Eles começaram com um trailer de sanduíches e hoje, com a melhora em seu cardápio de burgers, também atendem um público que busca por uma gastronomia portuguesa e brasileira. Fábio Miranda, proprietário do estabelecimento, tem visto bons frutos de anos de dedicação e empenho em seu negócio, principalmente na questão experiência do cliente.

Ele comenta que ao automatizar os processos foi possível ter um maior controle nos pedidos, nos pagamentos e no estoque. Essas inovações contínuas por meio do uso da tecnologia foram decisivas para melhorar a experiência do consumidor na hora de se alimentar fora de casa.

Segundo Fábio, não há como trabalhar sem um sistema de gestão. Para ele, a tecnologia é como “um importante funcionário”. Hoje, esses softwares estão presentes em todas as etapas e atividades do funcionamento, desde o recebimento das mercadorias até o pagamento da conta do cliente.

O resultado foi extremamente positivo. “Devido aceleramos o atendimento, nós conseguimos aumentar a rotatividade de clientes e tivemos um crescimento em torno de 50%”, afirma.

Para quem deseja proporcionar uma nova experiência, Fábio recomenda que a automação seja implementada aos poucos. “Vale começar pelo PDV com comandas impressas nos setores de produção e depois automatizar o sistema financeiro”, finaliza.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *