Fispal Foodservice faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Já pensou em terceirizar sua produção de sorvetes? Veja como começar

Já pensou em terceirizar sua produção de sorvetes? Veja como começar

O sorvete é considerado um dos produtos alimentícios mais adorados pelo brasileiro, garantindo boa lucratividade ao empresário que opta por este mercado que está em franca ascensão, crescendo ano após ano no nosso país.

Porém, a maioria das pequenas e novas empresas costuma não ter equipamentos apropriados para criar novas linhas de sorvete e, por vezes, não têm capital de investimento para isso, já que o custo para montar ou aumentar uma fábrica é relativamente alto.

Para esse tipo de situação, a terceirização da produção pode ser o caminho mais curto para aquele empresário que pretende investir no setor ou, até mesmo, para aquelas empresas que já atuam na área, mas que buscam aumentar seu portfólio de produtos.

Conversamos com Eduardo Weisberg, presidente da ABIS (Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes) e ele nos conta por que terceirizar a produção de sorvetes pode ser um bom negócio.

Terceirização de sorvetes: como funciona?

Desenvolver uma estrutura exclusiva destinada a produção do sorvete requer um investimento elevado e que, em alguns casos, talvez nem compense num primeiro momento. Por isso, o empresário pode optar pela terceirização da produção.

A terceirização significa contratar uma fábrica responsável pela produção do sorvete, enquanto o contratante conseguirá apresentar um produto com a sua marca de qualidade ao cliente.

Além da produção da massa, a empresa terceirizada pode entregar o layout da embalagem desejado e os equipamentos complementares, como freezer e caminhão para distribuição.

Weisberg explica que a responsabilidade do contratante será ainda maior, devido a construção da marca e administração dos aspectos comerciais, além de intensificar a fiscalização da fábrica que produz o seu produto. “Qualquer problema identificado pelo consumidor, pode prejudicar o desempenho e a imagem da empresa”, afirma.

Portanto, antes de contratar uma terceirizada, o empresário deve ter bastante cuidado, pois é seu negócio e o nome da sua marca que estarão em jogo.

Hoje em dia, há no mercado empresas responsáveis pela produção de sorvetes de forma terceirizada e, em muitos casos, elas podem também planejar toda a estratégia de venda.

Todo estabelecimento pode optar pela terceirização, desde que siga algumas orientações básicas

Weisberg  indica que algumas orientações para a contratação de uma terceirizada devem ser seguidas.

Primeiramente, ele explica que é imprescindível visitar a unidade responsável pela produção, verificando os equipamentos que serão utilizados, além de analisar a existência de boas práticas para a fabricação do produto e demais exigências, principalmente sanitárias.

Weiberg também acha importante verificar toda a documentação para a liberação do serviço, além das condições de armazenamento do produto acabado (caso das câmaras frigoríficas e controle de temperatura), com isso problemas futuros podem ser evitados. Já o trâmite para a contratação de uma terceirizada pode ser realizado normalmente entre o interessado e o terceirizado.

Optar pela terceirização da produção de sorvetes pode ser o empurrãozinho que sua empresa precisa! Se você gostou da ideia, compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar