Fispal Foodservice faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Embalagem para sorveteria.jpg

Embalagem para sorveteria: o que não pode faltar?

Veja o que considerar ao comprar embalagem para sorveteria e como transformá-la em uma poderosa ferramenta de Marketing e Vendas.

A embalagem para sorveteria cumpre com duas funções: a de proteger e preservar o produto e a de comunicar os seus benefícios e diferenciais ao consumidor.

Dessa forma, a escolha de um recipiente adequado, funcional e com design atrativo é determinante para impulsionar as vendas do seu estabelecimento. Portanto, ela deve partir de algumas premissas que vão muito além do preço. "A embalagem de um produto diz muito a respeito do seu conteúdo e da empresa e coloca em jogo a credibilidade para o cliente que irá comprar um sorvete. Por isso, a embalagem para gelatos, assim como as de outros alimentos, deve ser funcional e pensada com atenção para ser elaborada corretamente", explica Lucia Silveira, da Scuadra Embalagens.

Tipos de embalagem para sorveteria

De acordo com Lucia, existem 3 tipos de materiais mais usados para embalagem para sorveteria: plástico, isopor e papel. "As embalagens devem atuar na conservação dos produtos e ser funcionais para garantir qualidade e segurança até a chegada às mãos do consumidor. Também precisam de uma confecção que gere economia, produtividade, contenção do desperdício e um valor agregado à marca", completa.

1. Plástico

"As embalagens de plástico são rígidas, mas flexíveis o suficiente para comportar os produtos gelados, especialmente sorvetes, que priorizam a higiene e facilitam o manuseio, transporte e armazenamento".

A profissional explica que elas podem ser produzidas de forma a obedecer dimensões e quantidade de polímeros demandados. Normalmente, são usadas em lojas em que o consumo de sorvete é feito no local ou logo em seguida ou em grandes supermercados para acondicionamento do produto a ser transportado.

2. Isopor

Apesar de não ser muito usado, Lucia explica que o isopor ainda atende muitas sorveterias por conservar melhor a temperatura, consistência e cremosidade do produto.

"Também as lojas de açaí utilizam os potes de isopor para o fornecimento da iguaria em diferentes tamanhos conforme a solicitação do consumidor. São embalagens que proporcionam uma experiência melhor e menor tempo de decomposição em relação ao plástico, o que já abre uma vantagem para sua adoção".

3. Papel

"O papel tem menor tempo de decomposição na natureza e, também por isso, as embalagens para gelados nesse tipo de material tornam sua utilização especial pela consciência ambiental agregada ao valor do produto".

Lucia explica que, além do apelo sustentável, o papel mantém a temperatura do sorvete por período prolongado quando é desenvolvido com tecnologia para tal. Além disso, as embalagens de papel são impermeáveis, dando maior segurança para o consumidor transportar a embalagem.

O que considerar ao escolher a embalagem para a sua sorveteria 

1. Manter a qualidade e a temperatura do produto

"A embalagem adequada é aquela que conserva as características organolépticas do produto, ou seja, tudo aquilo que pode ser percebido pelos cinco sentidos humanos — tato, visão, olfato, audição e paladar", explica Lucia.

Dessa forma, a embalagem deve garantir todos os aspectos do sorvete sem alterações por bastante tempo. Assim, o consumidor tem mais segurança e qualidade ao consumir o alimento.

2. Facilitar o consumo

"Para o cliente, é sempre bom poder comprar um sorvete com uma embalagem funcional, que permita consumir o doce sem se sujar ou, até mesmo, sem necessidade de encostar as mãos no produto", recomenda Lucia,

Embalagens que cumprem com este aspecto ainda desaceleram o derretimento do sorvete. Dessa forma, elas são úteis para reduzir desperdícios e proporcionar uma experiência melhor ao consumidor.

3. Acondicionar com segurança e economia

"As embalagens para sorveteria precisam envolver o alimento de forma a manter sua higiene e integridade. Lembra da experiência do consumidor? É imprescindível que a higiene esteja assegurada com um bom sistema de fechamento além de evitar vazamentos, ter um perfeito fechamento que garante a higiene".

4. Matéria-prima e design

"As matérias-primas utilizadas na confecção das embalagens devem ser próprias para alimentos, aprovadas pela ANVISA, atóxicas e o mais sustentável possível (prefira embalagens cartonadas)", recomenda Lucia.

Além disso, o design deve ser funcional e atraente. Neste sentido, Lucia recomenda manter uma identidade visual da marca para que o consumidor a reconheça imediatamente e entenda os diferenciais do produto. 

"Por exemplo, as embalagens eco-friendly comprovam a preocupação com o meio ambiente e sustentabilidade. Por isso, um pacote personalizado, chamativo, inovador e que represente a alma do seu negócio faz com que seu produto seja reconhecido, lembrado e, por consequência, se torne referência na região".

Como diferenciar o estabelecimento pela embalagem?

A embalagem para sorveteria também pode (e deve) ser usada como um veículo de comunicação para atrair o consumidor e incentivar as vendas. Aqui, Lucia dá a dica de apostar em embalagens personalizadas e realizar promoções que incentivem as pessoas a experimentar o produto.

"A embalagem para sorveteria deve ser percebida como uma extensão da marca, pois o consumidor lembrará da sua loja sempre que pensar em adquirir um produto, levando em consideração a qualidade,  a economia e, principalmente, a proteção do produto que estiver prestes a consumir", complementa.

Personalizar a embalagem para sorveteria com as cores da marca e informações importantes ao consumidor acrescentam mais valor ao produto. Além de seguir com as legislações, a embalagem deve ser pensada como um verdadeiro outdoor para a sorveteria. 

"O ideal é que ela contenha informações de contato para sugestões e reclamações. Ademais, pode indicar outras opções de alimentos da marca e locais de venda dos produtos", recomenda Lucia.

Como equilibrar custo e benefício na escolha?

Por fim, é muito comum que a embalagem para sorveteria seja escolhida apenas com base no preço. É claro que equilibrar os custos é fundamental para o sucesso de um negócio, no entanto, a escolha também precisa ser pensada de maneira a agregar valor à percepção do cliente. Afinal, a embalagem conta muitos pontos na experiência vivida no local e pode ser determinante para que ele volte mais vezes.

"No caso de sorveterias, uma boa estratégia é otimizar a quantidade e os tipos de embalagem. A escolha da melhor solução também deve melhorar a imagem do seu negócio aos olhos dos clientes. De nada adianta produzir um sorvete de alta qualidade, muitas vezes de forma artesanal, e a qualidade e design da embalagem não estiver à altura", explica Lucia.

Tenha em mente que, principalmente quando falamos de alimentos, o aspecto visual conta muitos pontos. Portanto, é preciso causar uma boa impressão desde o início, além de facilitar o consumo por meio de uma embalagem segura e funcional.

"Com a tecnologia atual e o crescimento absurdo no setor de delivery de alimentos, é possível desenvolver embalagens personalizadas a partir do produto do cliente. Com isso, não é a sobremesa ou sorvete que deve se adaptar à embalagem, e sim, a embalagem projetada especialmente para tornar a apresentação, tanto nas sorveterias quanto no serviço de delivery, em algo especial", completa Lucia.

De acordo com a profissional, customizar embalagens não é mais uma tarefa tão custosa quanto era antes. "Esse cenário mudou, a tecnologia avançou e os fabricantes de embalagens inovaram, tornando os custos com embalagens baixos se comparados aos benefícios percebidos".

Por fim, Lucia recomenda a contratação de uma empresa especializada em embalagem para sorveteria, "que levará em conta todas as variáveis desde o custo do produto, público-alvo, identidade visual da marca e estratégias de marketing".

Por isso, da próxima vez que for escolher uma nova embalagem para a sua sorveteria, não deixe de considerar o preço, a funcionalidade, a segurança e, claro, a comunicação. Ao conseguir equilibrar todos estes pontos, pode ter certeza que os resultados serão notados nas vendas!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar